quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Uma parábola recontada


“Eu não possuo o meu corpo.
Como posso eu possuir com ele?
Eu não possuo a minha alma.
Como posso possuir com ela?
Possui alguém o rio que passa?
Possui alguém o vento que passa?
Possuímos nós alguma coisa?
Se nós não sabemos o que somos,
como sabemos nós o que possuímos?”
(Bernardo Soares)


Havia um homem que se dedicava a ganhar dinheiro. Ganhar dinheiro era o seu prazer. O crescimento da sua fortuna lhe dava um delicioso sentimento de segurança quanto ao seu futuro. Assim, ele não gastava o que ganhava. Investia na bolsa de valores a fim de obter novos lucros e assim ter uma segurança maior ainda. Aconteceu que uns investimentos que fizera lhe deram lucros enormes, inesperados. Ele muito se alegrou e disse: “Finalmente posso parar de trabalhar. Finalmente o meu futuro está garantido. Oh, minha alma! Descansa, come, bebe, regala-te, ama...


Mas Deus lhe disse: “Como és tolo... Não és dono do teu corpo e pensas que, com esse corpo que não te pertence podes possuir alguma coisa? Hoje vão pedir a tua vida! Deverias ter gasto o que ganhaste enquanto a vida te era dada. Agora que a tua vida te é tirada, o que ajuntaste vai para outros... De que vale a um homem ganhar o mundo todo se, para ganhá-lo, deixa a sua vida no presente escorrer por entre os dedos de sua mão?

Rubem Alves, in “Quarto de Badulaques LXXV


22 comentários:

Alex&Elisa disse...

Ummmm...gostei mais quando você falou dos meus quadris...hahaha

Também estou adorando (e como) a multiplicação das letras...que virem um conto (um livro?!) divertido e que as pessoas gostem ao final...

Beijos (acalourados e impudicos) do seu "eu-singular"

p.s.: coincidências da vida...peguei um livro do rubens paiva hoje pra começar a ler (a segunda vez que te conheci - se foi o 'destino', só vou saber em alguns dias, quando terminar..hahaha)

O Pequeno Diabo disse...

engraçado ler isso aki hj

estava hj msm conversando cm uma amiga d trab e precebi uma coisa q me preocupou
tenho uma séria tendencia a obcessão pelo dinheiro

de repente percebi q meus proximos planos soh estão relacionados ao dinheiro
q naum tenho nenhum sonho q naum envolva numeros

xx

mãezinha, anna maria disse...

Olá meu anjo, tudo bem?
Estava lendo a poesia de Bernardo Soares que você postou... interessante pois a parábola recontada é realmente isto que ele colocou tão bem na poesia.

Ele é português?
Geralmente os poetas portugueses gostam de escrever poesias fragmentadas, com ficções.
Gosto dos poetas portugueses. Sou fã do poeta e escritor Fernando Pessoa.

Parabéns meu filho, todas as mensagens que você tem postado são muito boas e servem para uma reflexão profunda como esta de hoje, na questão do dinheiro.
Muitas vezes não sabemos lidar com ele, estamos sempre colocando o dinheiro em primeito plano em nossas vidas.

Com muita ternura receba um beijo da mãezinha que te ama muito.

T disse...

tem gente que se preocupa tanto em ganhar grana, que se esquece de ser FELIZ. Imagina só?!
Bjs

Rodrigo Brower disse...

Pois é, acredito que só possuímos o agora! E dinheiro tem que fluir, ser usado, sempre! Abs

Alex&Elisa disse...

Nossa, só li agora a sua resposta do último comentário meu...

Quer casar?! Porque eu já estou apaixonado...

Te prometo livros, cds e muitas conversas na cama regadas á vinho (antes que vc repita que não bebe, eu já lhe digo que vinho não é bebida - e antes que vc pergunte o que é vinho, eu já lhe digo que vinho pertence à uma categoria à parte de líquidos...hohoho).

Nossa, vem me visitar pra gente caminhar no por-do-sol e ficar horas conversando sobre (ou eu te ouvindo, pq seria mais legal ainda...).

Beijos na nuca...pra dar um arrepio...

Alex&Elisa disse...

Nossa, só li agora a sua resposta do último comentário meu...

Quer casar?! Porque eu já estou apaixonado...

Te prometo livros, cds e muitas conversas na cama regadas á vinho (antes que vc repita que não bebe, eu já lhe digo que vinho não é bebida - e antes que vc pergunte o que é vinho, eu já lhe digo que vinho pertence à uma categoria à parte de líquidos...hohoho).

Nossa, vem me visitar pra gente caminhar no por-do-sol e ficar horas conversando sobre (ou eu te ouvindo, pq seria mais legal ainda...).

Beijos na nuca...pra dar um arrepio...

:: Amor Para Sempre :: Ana e Jo disse...

Passando para agradecer a visita lá no nosso canto..

Gostei demais daqui.. Volto sempre, ok??

Apareça por lá também..
Valeu pela dica, veio na hora certa..

Bjão!!

Jo [da Ana]

mãezinha, anna maria disse...

Filho, eu queria entender porque o meu comentário sobre este texto não foi aceito. Fiz tudo direitinho, inclusive quano comentei não havia nenhum e agora tem estes dois e o meu?
Bom, gostei imensamente da poesia do português Bernardo Soares e lendo-a pude perceber a parábola recontada em versos fragmentados.
Um beijo de boa noite.
Máezinha

[Farelos e Sílabas] disse...

...

A todos:

Antes de mais nada gostaria que alguns me perdoassem na questão da aparente demora em responder aos comentários postados, sobretudo àqueles que precisam de moderação (serem aceitos após a leitura).

Acontece que há dias em que consigo mais tempo que outros, daí se ver comentários e postagens mais céleres. Todavia, há dias em que, por vários motivos, trabalho, cansaço, etc, não consigo ter tempo suficiente para vir aqui e moderar todos. Às vezes pode acontecer de, numa determinada hora de folga, aceitar os que até então estavam presentes para serem moderados; outros, em razão de não ter tido mais tempo para vir aqui, ficaram em espera (stand-by).

Não é pelo fato de terem ficado em espera que recusei os possíveis comentários, ok?

É questão de não ter tempo SUFICIENTE para estar por aqui mais de uma vez por dia (salvo raras exceções. Eu disso e repito: exceções de um ou outro dia, mas não sempre).

Portanto, se tiverem que esperar até 24h ou, quem sabe, 48h para verem seus maravilhosos comentários postados, por favor, AGUARDEM.

OBRIGADO pela compreensão de todos! Beijão!

...

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Casal (quase totalmente só-singular):

Peguei num prato e coloquei farelos com leite. Mexendo aqui e acolá, encontrei sílabas pra serem devoradas. Então, vejamos...

1º Farelo: Legal a leitura de Rubens Paiva. Conheço-o, mas ainda assim prefiro as minhas entregas à sabedoria de RUBEM ALVES (conforme indiquei no post). Valerá à pena conhecê-lo!

2º Farelo: O destino é uma estrada longa, mas a gente sempre alcança quando delira diante de um oásis, não crês?

3º Farelo: Já não mais sei sobre o casamento... dizem haver tanta opacidade nas cores do arco-íris. Já não sei mais sobre algumas coisas. Procurarei sabê-las, se souber, no tempo certo durante a caminhada bem PRÓXIMA... Mas sou um homem de letras sublinhadas e enfáticas: fé!

4º Farelo: Adorei a história do vinho. Quase acreditei na sua verdade, trazendo-a em goles livres pra mim! Disse quase apenas porque me embriaguei nos sorrisos. A gente perde a noção... don’t worry, be happy, ups...ups...

5º Farelo: caminhar e conversar nos pores-de-sol... é sonho ou realidade? (rs)

Beijo polimórfico, que é pra compensar quem não sei que seja aqui...

...

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Mãe:

Oi, mãe! Tudo bem, graças a Deus!

Sim, é português. Trata-se de um heterônimo de Fernando Pessoa. Ele tinha dessas coisas... Foi retirado da obra “Do livro do desassossego”. Por ser fã de Pessoa, melhor agora, ao saber que ele também a si mesmo chamava-se Bernardo Soares!

Disseste tudo na sua afirmação de pensamento (forma genérica de expressar), não sabemos lidar com o dinheiro. Eis o por que de o amor a ele ser a raiz de todos os males...

Com TODA ternura, beso mio!

...

[Farelos e Sílabas] disse...

...

t:

Tem gente que esquece de SER. Dá pra imaginar?!

Poizé...

Bj.(s)

...

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Rodrigo:

Eu assino embaixo. Adorei. Abração neste agora, ups, em você!

...

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Jo:

Ok, volte tanto quanto voltarei!

OBRIGADO pela gentileza nas palavras!

Beijão com prece pra que tudo dê certo!

...

[Farelos e Sílabas] disse...

...

O pequeno diabo:

Nada é por acaso, amigo. Mas não faça dos números seu quinhão, ele cobra juros no viver!

Beijão, meu caro!

...

Alex&Elisa disse...

Eu - singular...

É madrugada de sexta...bebi, chorei as pitangas pensando na vida e li vc...

Ai eu ri, fiquei feliz e acreditei que amanhã será melhor...

O por-do-sol, esqueci de terminar a frase (vi agora relendo)...não me lembro mais o que seria...talvez algo sem sentido...já que vc não cre mais no casamento - também eu não creio mais...

Decidi me dedicar às aquarelas, que são alegres e sutis...

O eu, como dizer...blá blá blá wiskas sachê...não sei como terminar...talvez termine tudo (há alguma coisa, meu Deus?!)

Vou finalizar apenas com um "beijo"...

Alex&Elisa disse...

você é carioca...o único problema é morar looooooonge...droga de Brasil grande demais...

eu

p.s.: calma...não tou amando...é só pq é bom pensar em alguém...

sp disse...

Meu caro:
Muito bom gosto!
Não sei dizer-te mais nada...

Um abraço peludo assim!

[Farelos e Sílabas] disse...

...

O que-foi-se-casal (um “eu” todo singular):

Façamos companhia um ao outro na hora de chorar as pitangas pensando na vida. Eu acerolo, tu acerolas, enfim, vitaminicamente pitangaremos o que nos soubermos “em comum”, o que achas?

Bom te ler nesta manhã radiante. Sorrisos na leitura. Rio de Janeiro. Um amarelo no ar, coisas do sol...

Ah, as distâncias! Em razão delas é que deixei de acreditar em algumas coisas...

Beijo-pensativo-olfativo-sensitivo em farelos de sílabas.

...

[Farelos e Sílabas] disse...

...

sp:

Como o teu. Estejas certo!

Dizer mais pra quê? Silêncio eloqüente é maior que decassílabos compostos e intermitentes...

Abraço!

...

mãezinha, anna maria disse...

Puxa! Quantos comentários e quantas respostas interessantes!
Gostei muito do seu pedido de desculpas pela demora em responder os comentários. Foi certeiro para mim, rsrsrs... Me falta paciência, mas vou tentar me disciplinar nisto também. Já tenho melhorado muito, espero melhorar mais.
Um beijo grande no seu coração.
Mãezinha

Related Posts with Thumbnails