sábado, 29 de novembro de 2008

O ser igual




Chamam-me poeta. De que versos? O das palavras soltas, caídas, sujas de terra, de gente que cai, levanta, insiste no bem, detesta o mal, o orgulho, a avareza de alma, e tem os mesmos cheiros das flores do campo? Não procuro sê-lo. Tem coisas na gente que nos pegam sem que precisemos pensar se é válido ou não. Tem dias que viver é válido. Tem dias que a queda é necessária. Tem dias que o ar entra pelas narinas até os pulmões. Mas somente nestes dias eu me percebo. Nos demais, não. Eu me entrego demais pra saber que eu existo. É nessa entrega que minhas mãos e minha cara ficam sem-vergonhas. Quando um ou outro me olha neste estado [porque aprendi que nem sempre olhamos quando olhamos], penso, o susto não deve ser tímido. Fico absolutamente enlameado com o pó desta terra, tamanho o prazer de me sentir IGUAL a qualquer ser humano consciente do privilégio da humanidade.



==============================


16 comentários:

Robson disse...

Um poeta... intenso como todos os poetas que verdadeiramente são poetas.

Ana disse...

Sabe quando lemos algo que é exatamente o que um dia gostaríamos de escrever sobre?Bem,no meu caso,agora já está escrito!
rsrsrs

Ser poeta é mostrar luz e ser escuridão,
é fazer sorrir e ser triste
é mostrar amor e não tê-lo.

_
"tamanho o prazer de me sentir IGUAL a qualquer ser humano consciente do privilégio da humanidade"

adorei isso! ultimamente tenho sentido este prazer a cada passo,e minha felicidade é tamanha ao encontrar pessoas assim!!

amei o texto todo!!
abraço demorado!

Evandro Varella disse...

E assim é a vida, um eterno recomeçar.
Gostei do texto, em especial "Tem dias que o ar entra pelas narinas até os pulmões. Mas somente nestes dias eu me percebo".
Obrigado pela visita, apareça!
Abraços

Única e exclusiva disse...

Somos iguais perantes a Deus, porém, a dissolução das características humanas e a incessante forma/maneira/busca de não ser igual, que parecemos não ser! Confuso né? A vida tb!^^
Humildade é o conceito abstrato encontrado!

Gostei daqui, vou voltar! \o/
Bjs :*

Serginho Tavares disse...

mas viver sempre é válido
beijão

Dany disse...

tb sou assim... qdo me entrego, me entrego por demais... A vida só me é sentida quando a vivo intensamente!
Bjs

Uerlle Costa disse...

Algumas verdades que eu estava necessiatndo entender.

Abração

Sieger disse...

q texto lindo! Ser poeta, é se expressar!

Ariane disse...

Mas o que é ser poeta, senão revelar em versos e gestos a alma (in)secreta? Beijo.

Garota Mascarada disse...

Isso é que anda sendo atormentante pra mim... "o ser igual".
Tô numa necessidade de sair da mesmice... rs!
Belo texto, bela imagem.
Bjo

Thiago Ya'agob disse...

Boa tarde, Cardo!

"... aprendi que nem sempre olhamos quando olhamos ..."

[ rod ] disse...

Foi preciso morrer e nascer em outro blog para conhecê-lo. És um poeta nato.. dos versos, acordes e rimas...

Onde nascem as palavras?

Na farta elocubração de quem as sentem.

Abçs meu caro,





Novo Dogma:
tO be...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

mãezinha, anna maria disse...

Lindo de mãe, um bom dia com muitas flores sorrindo para você e cada uma delas dizendo que te ama muito e quer sempre vê-lo alegre, fazendo poesias, falando de si mesmo com palavras!

Certa vez eu li em um livro do Phil
Bosmans que quando sentimos cansados, cheios de compromissos, devemos procurar um lugar onde tem muitas árvores, flores, riachos e lá nos abrirmos para a natureza, assim como fazem as flores do campo...
É gostoso deitar debaixo de uma árvore, pegar um raminho, colocar na boca e gozar a feliz ociosidade. As melhores idéias e os mais belos sonhos, vão chegando devagarinho e podemos por um momento, sermos felizes!

Lindinho, é na natureza que está escondido um amor fantástico e para descobrir este amor basta contemplar uma vez, com toda calma, uma flor!
Quando a primavera chega todas elas se abrem e se deixam viver intensamente porque o Invisível é que programou tudo isso.
Que maravilha! Por mais que se queira explicar cientificamente o sono e o despertar das flores não podemos, porque é um milagre.
É na natureza que reside o mistério de amor.

Filhote, você já reparou que todos os seres na natureza são impelidos para a luz? O menor grão de semente cresce da escuridão da terra para a luz.
É gratificante pensar nisto. Cada flor abre seu cálice florido para os raios do sol.

Vou parando por aqui deixando uma frase linda, sobre tudo isto, senão... vou longe.

"As flores se abrem, mesmo quando ninguém as observa. As árvores se cobrem de frutas sem perguntar quem as vai comer".

É a GRAÇA!

Que seu dia seja lindo e cheio dessa GRAÇA maravilhosa.

Um beijo repleto de saudades, sentindo sua falta e sendo cada dia mais, sua mãezinha.
Te amo muito, meu filhote lindo!

Obrigada Pai, por este presente!

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Robson:

[sem palavras]
[intenso]

...

Ana:

Encontrar pessoas.
Encontrarmo-nos.
O encontro. Coisa de palavra luz.
Assim a gente pinta felicidade.
É neste encontro.

Fiquei assim, diria, colorido com tal privilégio, com cada palavra e com o abraço demorado!

...

Evandro:

Encontro marcado. Aparecerei por lá. Bons textos como luz na ponta dos dedos!

Abraços, recomeçando, abraços!

...

Única e exclusiva:

Quanto mais humanos, mais apaixonados pela humanidade.

Quanto mais ensimesmados (com o que pensamos ser), menos ricos de vida e cores, mais pobres no ser.

Iguais, ainda que diferentes. Santa confusão!

...

Amei tuas certezas. A que vais voltar, então... Bj!

...

Serginho:

O tempo todo, ainda que os olhos estejam fechados!

Beijão, amigo danado!

...

Dany:

Captaste o espírito da palavra! Lindo!

Teu viver parece-me ser de constante mergulho.

E assim, em meio às palavras, vais desbravando os mares dos sentidos...

...

Uerlle:

É na troca que a gente mais se aproxima...

Abraço singular nos teus plurais!

...

Sieger:

É ter olhos quase sempre. Assim, como tiveste...

Obrigado pelo grande carinho em poucas palavras!

...

Ariane:

Taí, gostei! Beijo [enquanto releio pra sorrir mais]

...

Garota Mascarada:

Sei “pra mim” o quanto é atormentante o ser igual. Quantas vezes passei por isso!

É só por isso que ousarei nestas palavras, então, vejamos: abra as janelas se as portas estiverem trancadas. Dê um salto na paisagem, a sua, bela e única. Lá fora as coisas parecem iguais, mas é do lado de dentro que a casa se revela...

Beijão!

...

Thiago:

Boa tarde, Thiagão!
Um registro que vale à pena: gostei da visita.
Foi dado o recado! Abraço!

...

[rod]:

Boa pergunta, meu amigo. Onde nascem as palavras. A dica foi forte: no que se sente. Daí que a gente sente o peito subir e descer na respira-AÇÃO das sílabas, as quais, juntas, completam-se num casamento de significados. Tem vezes que eu apenas assisto. Depois de tanto sentir, segue-se o enjôo. É hora de parir!

Abração em negrito e sublinhado!

...

Mãe:

[sorrisos pelas flores]
[sorriso pelo gesto]
[sorriso pelo amor]
[sorriso e certeza]

[um pensamento: que ótimo conselho o do Phil!]

[outro pensamento: como é, de fato, sábia a natureza!]

[uma meditação: “É na natureza que reside o mistério de amor”]

[outra meditação: “você já reparou que todos os seres na natureza são impelidos para a luz?”]

[o apogeu: "As flores se abrem, mesmo quando ninguém as observa. As árvores se cobrem de frutas sem perguntar quem as vai comer"]

[absolutamente rendido, sem palavras]

[te amo, mãe!]

...

Julio Marin disse...

Fantástico o blog e também esses comentários. Passarei mais vezes por aqui!

Marcos Freitas disse...

Ótimo texto, que você sempre possa nos proporcionar excelentes reflexões.

Related Posts with Thumbnails