sábado, 8 de novembro de 2008

Conjugando diagnósticos




Sou um isso.
Meu viço é a vida.
Meu vício é o viver.
Amar até a palavra.
Fecundar significados.

Sou uma senda.
Um caminho só meu.
Uma vírgula na terra molhada,
sementes brotando, idéias paridas.
O vento acaricia a cortina ainda branca.

Sou uma voz na exceção.
Uma nota em fé, bem lá, a si,
a sós, bemóis, em paz, qualquer sílaba.
Uma história inacabada, o tropeço, a ênfase.
O arrepio do vento consola a cortina na janela...



13 comentários:

Robson disse...

As brisas são importantes, ainda que as vezes só brisas...
Abraço

Marcos Freitas disse...

Maravilhoso poema, parabéns.

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Robson:

Tenho sabido no que resta
E tenho sabido como é importante, amigo...

ABRAÇO

...

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Marcos:

GRATIDÃO. Eis a palavra.
Maravilhoso final de semana!
Eis o DESEJO que te dou.

...

Alex&Elisa disse...

1- Voltei a me apaixonar e já volto á acreditar no casamento (apenas enquanto união das almas);

2 - Me acabei de rir porque eu errei o nome do autor (coisas da madrugada e excessos de margaritas...);

3 - O pôr-do-sol ocntinua de pé (ou na horizontal, afinal ele se põe...). Bas ta me ligar, mandar msg ou deixar um scrapp (sinais de fumaça foram abolidos, os bombeiros deram queixas após repetidas saídas enlouquecidas para apenas um recado singelo);

4 - Complemente ao "1": quando crescer, quero escrever assim, ou melhor, quando eu crescer, quero casar com alguém assim, por que me caberá apenas ouvir...

5 - Não tinha mais nada a dizer...mas gosto dos números ímpares...hahaha

6 e 7 - Duas coisas sobre mim: prefiro girassois à rosas, porque eles são menos pretenciosos...Tenho medo de ralo (trauma de filmes de terror na infância);

8 - Me conte duas coisas sobre você (é um pedido, embora pareça uma imposição);

9 - Apenas pra terminar com um número ímpar...hohoho

3 beijos, um abraço, um cafuné, um beliscão indecoroso e uma risada de criança!

Eu

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Eu-ex-casal-que-restou:

Respondendo ao arrancador-de-risos:

I. Prefiro, igualmente, os ímpares aos pares. Que paridade entre nós!

II. Prefiro girassóis sempre. O que mais? Além, só as flores do campo. São altivamente simples, como a vida em verdade. Bromélias são sempre bem-vindas, pedem apenas água e um cantinho pra plantar e colher. Eu queria ter na vida simplesmente...

III. Não gosto da altura, somente aquelas que se agigantam pra dentro. Mahatma Ghandi, Madre Teresa de Calcutá, Betinho, Chico Mendes e uma seqüência sem-fim de seres humanos anônimos sustentam o que argumento. Também não gosto da falta de toque. Visão e audição se tem com o coração, mas o toque é fundamental. Não ter a quem tocar é pena a ser cumprida na solitária. Literalmente.

Beijoabraçoporaglutinação!

...

furanzao disse...

Obrigadaço pela visita, gostei muito do seu cometário.....gostei do seu farelo recheado de muita sílaba......abração

furanzao disse...

Magina para que agradecer...fique à vontade p voltar os pedacinhos de mim qndo quiser...Ademais.....adorei a maneira como vc escreve....me parece ser um cara maneiraçoooo pakas....
Se quiser pode até me add no msn...abraçao

[Farelos e Sílabas] disse...

...

furanzao:

Cara, ficam aqui os meus registros de agradecimento nas sílabas que te vestiram!

Irei juntando, a cada leitura, os pedacinhos do texto. Pó deixá!

Abraço no superlativo!

P.S.: Divorciei-me do eme-esse-ene faz tempo, até desinstala-lo eu fiz. O mundo virtual, pra mim, é solo impreciso demais pra catar sílabas nas palavras originais. Quando não telefono, escrevo, mando e-mail ou visito. Ponho meus odores nestes caminhos e vou seguindo...

...

mãezinha, anna maria disse...

Olá filho, além de escritor meu filho gosta também de poetizar.

Lindo, muito lindo, é na verdade você, você messsssssssssssmo!

Acho legal este jeitinho de fazer um bailado com as teclas, pois acaba saindo coisas maravilhosas.

Você é especial e muito terno.
Obrigada por existir e ser meu filhote, presentão do Papai do Céu!
Beijinhos cheios de ternura.
Mãezinha mineira, Anna Maria

Palavras de um mundo incerto disse...

Amigo,
esse seu poema
foi uma maresia ao meu ser,
que captou todo o
viver das palavras
nele estadas.

Mas ainda que as palavras:
Minha alma viveu e vive o poema.

Grande Abraço!!!

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Mãe:

Gosto de aproveitar o que cai do Céu de Inspiração, é aquela velha história de estar na chuva pra se molhar, molhar com versos...

Ah, mãe! O que te dizer que já não disse? Como dizer o que já tenho dito? Ah, nem sei...

Você é tantos pingos em tantas palavras que dá uma carta selada no coração. O meu.

Sob chuvas de versos e de tua ternura,

Filhote teu.

...

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Palavras de um mundo incerto:

.1.

Amigo,
A vida tem seus quês de mar de histórias,
a gente apenas cata no dia as conchinhas
e faz das ondas o aprendizado. O verso.

.2.

Abraço guardado com todas as tuas palavras.
Grandes e com sentido.

...

Related Posts with Thumbnails