terça-feira, 31 de agosto de 2010

Um terceiro momento


Estou vendo os cabelos brancos refletidos no espelho do banheiro enquanto escovo os dentes. Eles despontam entre os tímidos cachos e se esguicham por sobre o castanho escuro [ainda] predominante. Pensando na possibilidade de uma invasão deles – o que seria prazerosamente bem-vindo! – é que se percebe a dimensão do finito sobre as coisas e do infinito sobre o que nos constitui. Não me refiro ao envelhecimento, o que é tão natural quanto a sede, a fome e o frio. Penso exatamente no percurso do processo, na trajetória de como até aqui se chega. Alegrias, prazeres, lágrimas, soluços, medos, culpas, fugas, prisões, iras, bravuras, covardias, insurgências, tensões, milagres, coisas inexplicáveis e outras tão lógicas que nem se dão valor, a princípio...

Os pés caminham na direção do pseudo-fim, divago num olhar pra dentro. A existência nem sempre é precisa, afirmo pra mim mesmo no mergulho do silêncio. Há dias em que pareço voar, voar. Há momentos em que nem sei por que sinto saudade, a tal vontade de refazer o percurso na própria existência (por lembrança, por fé ou por nostalgia). É coisa do pensamento, eu sei. Mas bem pode ser coisa da vida, a danada que firma o chão sobre o qual caminho. De olhos antes fechados, agora abertos, eu vou. E sou. Maior do que o pensamento. Mais altaneiro que os olhos. Assim, fecundo, de mansinho, de pé até este momento...

40 comentários:

JotaSP disse...

é sempre tão bom receber a tua visita!!!

sem
pre
mui
to
sim
pát
ico *

e depois

tam
bém
escreves
bem!

um abraço assim «««

Serginho Tavares disse...

você sempre vai poder olhar para si mesmo e dizer: eu fiz. eu estou a fazer. eu farei.

porque você pode tudo!
beijos

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Jota:

Já o disse.
Já te disse.
Re-[afirmo]:
Gentil!

P.S.: o detalhe é que é sempre assim!
Um abraço tal como o_______ teu!

===

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Serginho:

Sempre! Acho que é assim que te vejo:
Um “sempre inconstante”.
Um “sempre em busca”.
Um “sempre ousado”.
Um “sempre atento”.
Aos amigos, os de perto, os de longe...
Bom é te ter [sempre] por perto!

===

Dil Santos disse...

Bom dia Cardo, tudo bem?
Menino, ótimo texto. Eu ainda ñ tenho fios brancos, sempre olho no espelho e vejo meus cachinhos lá bonitinhos, douradinhos, kkkkkk. Ao contrário do meu primo-irmão q tem a mesma idade q eu e já tem inúmeros fios brancos, rs.
Eu me deixo a viajar em meus pensamentos, como tenho a mente muito fértil, dá pra imaginar um pouco o resultado, rsrs.
Adorei o seu comentário e deixa de ser relapso e apareça mais vezes viu? rs Tem post novo lá, rs.
Ah, vc ainda não me disse qual música vc escutou q lembrou de mim. Ainda estou curioso pra saber, rsrs.
Um bjo meu carioquinha, rs

Victor Von Serran disse...

Cara que pagina boa...achei desde textos pseudos analiticos a Cazuza !


obrigado pela visita e volte quando quiser !

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Dilsinho:

Boa noite, queridão! As coisas seguem bem, obrigado. Obviamente não tens fios brancos, um menino recém-completado no seu 1º ¼ de vida! Que saudades dos meus... embora agora, mais para o 2º ¼, as coisas sejam muito melhores! É [apenas] um ponto de vista!

Bem, visitei tuas terras, deixei marcas por lá. Enquanto os odores de minha presença ainda se fizerem vivos, ficarei daqui torcendo por mais palavras e por mais textos!

És sempre assim________________ uma sequência de reticências intensas!

:)

===

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Victor:

Sim, pode deixar! Esteja à vontade! Esta casa é sua, é de cada par de olhos, é de cada leitor...

Farelos e sílabas estão soltos, é só perceber!

===

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Minha gente, vou tuitar! Bj_aum! :)

===

Menino-Homem disse...

pegar um detalhe
e construir quase um livro
de sensações
é talento seu!

beijos,
do menino-homem

e pensar assim é transar filosofia...

fique com Deus!

saudades suas no meu cantinho...

TH disse...

Passando pra agradecer a visita ao EnTHulho Musical. Gostei do "Farelos e Sílabas" e já até linquei nos favoritos. Sobre o post, são peças pregadas pelos pensamentos, sem dúvidas..eles costumam nos zoar vezemquando, nos pondo diante do espelho - nus de frente a todos os nossos medos e receios. Liga não...ele se dissipa
:)

Ston disse...

Amadurecer é assim, meio assado. Lindo!

Marcos Campos disse...

Sei bem como é ver os fios brancos no espelho do banheiro, mas é legal a mensagem e a viagem de como se ve o passar do tempo, de quanto tudo que se viveu e se sentir bem com isso, de se gostar como ser humano, de ser um semi grisalho e ainda ter rompantes infantis e simplesmente gargalhar, coisas que se não fosse o espelho, talvez nem notássemos os brancos...
Agora uma observação prática: nada contra os cabelos brancos, mas eles não poderian ser como o restante, tem que ser rebeldes? Pensando agora nisso, acho que sim, tem que ser rebeldes mesmo!
Abraço!

Dil Santos disse...

Menino, ñ pretendo abandonar meu filho de modo algum, ele já faz parte de mim e é onde eu compartilho meus sonhos, medos, desejos, amores e onde eu posso estar a ajudar algumas pessoas, mesmo q seja com simples palavras.
Ótima noite e bons sonhos Cardo
Bjos menino

Carlos Henrique Vieira disse...

[retribuindo a visitinha]

Muito bom o seu blog, voltarei mais vezes, espero que volte por lá também

Abraço

HSLO disse...

brilhante! gosto demais de você amigo.

abraços
de luz e paz

Hugo

Marcio Nicolau disse...

Você me psicografou!

Detalhe: faço 30 anos na terça-feira.

Augusto Barros disse...

gostei do texto

Adriano Mariano disse...

rsrs... bom ler isso.
Bom ver pessoas que de tão bem resolvidas parecem entrar em 'nóias'.

Meio nostalgico,
super sincero,
agradável.

É com esse olhar que devemos encarar a vida, o espelho. Saudades não é sinônimo de dor, e dor - por sua vez - não é sinônimo de fragilidade.

Belo texto,
dá inspiração.

Abraço!
Seguindo vc tb, ok?

Joel Vieira disse...

Cara adorei seu blog. Muito original, cada detalhe construído com muita preocupação em expressar o ideal do blog (ou do dono dele )
Muito bom!
to seguindo
abraços

Marcio Nicolau disse...

Hey, tudo bem? Por que não tem espalhado mais farelos?

Gilson disse...

Excelente texto, nossa vida refletida no espelho da realidade nos faa mais fortes.

Abs

TH disse...

Cantinho que merece ser atualizado!
:)

Vanessa Monique disse...

Vc e suas belas palavras, como sempre.
:*

[Farelos e Sílabas] disse...

===

A todos:

Prometo que volto, que faço das tripas um coração ao lado do outro já existente; prometo, ainda, que saio das cascas do tempo e rompo a semente do silêncio com saudade e desenvoltura atípica!

Prometo em meio à sobriedade dos dias que me devoram enlouquecidos de desejo, coisa de agenda, de pele, de cama, de vírgulas e reticências...

Bjs respingados de

S A U D A D E S

===

[Farelos e Sílabas] disse...

===


Ah, sim, aos novos seguidores, um obrigado pelo lado de fora do peito!

Aos saudosos das letras, farelos em sílabas de bem-querer!

A alguns mais chegados, meu coração na mão!

Eu volto!


===

phalla disse...

Hello my friend, Your site is great, good job you do.

I also created many blogs but not good like yours,So please


could you exchange link with me?

Here are my blogs. you could choose to exchange ,

http://khmernewstoday.blogspot.com/

http://www.khmergay.net/

Aline Diedrich disse...

Olha que bonito seu texto... Conseguiu transmitir em detalhes um único momento...


www.identidadenoroeste.com

Metamorfoses disse...

Adorei seu blog, moço...

Ro Fers disse...

Q belo texto, ótimas as palavras, termos...
Esse dias eu vi 2 fios de cabelos brancos, confesso que entrei em pânico, como é chato envelhecer, detona qualquer um, mas... o q vale é o espírito jovem...
Mas é mto bom refletir os momentos vividos..
Abçs

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Menino-homem:

“transar filosofia”. Parece algo bom, num e noutro sentido. Se a reflexão é um engravidamento do pensamento, então, o detalhe é apenas as “sensations préliminaire”...

Beijo a gente pega e fecunda com gratidão, assim ó!

:)

P.S.: Saudades igualmente, do meu jeitinho.

===

[Farelos e Sílabas] disse...

===

TH:

Sim, amigo. O espelho acaba sendo um outro olhar de nós. Meu olhar refletido nele – ou em qualquer outro lugar – tende sempre para o melhor olhar na vida... Amadurecer é um processo extasiante... eu gosto! E vibro com isso!


____________obrigado pela espera nessa resposta!

===

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Ston:

Isso mesmo! Assim é que me sinto, meio assim, meio assado, mas no tempero certo! Um prato pra eu curtir nos detalhes, sem gula!

Grato, rapaz!_______________


Marcos Campos:

[risos]

Marquito, és sempre assim? Vejo-te nas tendências dos detalhes tão pequenos (e importantes!) de nosso amadurecimento.

É o passar do tempo...

É o desenrolar de nossa história...

É o passo-a-passo sem manual, a gente caminha e experimenta no caminho da existência...

E quanto à rebeldia, é assim mesmo. Tudo não passa de um ponto de vista. Rebeldes com causa, obviamente – como convém aos seres de conteúdo!

Um abraço pelo lado de cá deste blog, amigão!

===

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Dil:

Cuide dele, do seu filho. Cuide de si, o pai-você.

Cuide, dê carinho e tasque palavras novas, invente-as, ponha teu sabor e não espere esfriar. Palavra quente sai da boca direto para o coração de quem as lê...

Baianinho, eu invento um jeito novo de te responder na saudade: xêro, meu rei!


===


Carlos Henrique:

[retribuindo a gentileza]

Deu pra esperar tanto tempo?

Se deu, deu. Tinha que ter dado.

Agora é a hora do meu retorno.

Aguarde-me dentro de uma palavra (ou mais).

Abraços plurais, coisa de gramática!

===

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Hugo:

E eu de ti, amigo. E do detalhe dos teus gostos.
E do teu encanto por Bethânia.
E da tua sensibilidade.
Uma arte-em-si.
Luz em ti!
Sem fim!
No abraço!

===

Marcio Nicolau:

Não, não psicografei. Entrei em trabalho de parto, pela escrita, abri os canais da observação e gritei em silêncio os sons de palavras de gratidão.

Parabéns pela bela idade. Ah, eu com meus 30...!

Abraços_________________vividos!

===

Augusto Barros:

E eu de tua visita. Isso é só uma vírgula...

===

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Adriano:

Eu entro e saio como quem caminha seguro, passo a passo, num gesto simples de crescimento pelo lado de dentro...

És um afeto dentro de várias palavras.

Não preciso dizer que gostei.

Ou preciso?

===

Joel:

Rapaz, fico feliz.
Dou giro sobre a leitura e encontro os riscos de carinho nas cores das tuas letras. Que arte!

_________________eu fico assim, admirando: grato.

===

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Gilson:

Você tocou em algo interessante: nos fortalece. É por aí, amigo. É preciso auto-enxergar-se. É preciso trilhar cada senda na verdade, sem medos. O caminhar torna-se mais suave...

Obrigado, rapaz. Eu te li e aprendi mais um pouco com as cores das tuas letras. Foi uma boa troca________ao menos, pra mim!

===

Vanessa Monique:

Você e seu cuidado em florescer a tempo e fora de tempo pela simplicidade de tua presença...

:)

P.S.: Grato!

===

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Aline:

E a vida não está no segredo dos detalhes em nosso favor? [risos] Um gesto. Um toque. Uma piscadela. O sorriso nascendo por trás do sol. Uma constelação na hora do abraço. Enfim, há tantas paisagens (dentro e fora) pra gente curtir... eu apenas as registro conforme meu olhar-sentir...

Palavra por palavra eu fico com o coração que te agradece!

===

[Farelos e Sílabas] disse...

===

Metamorfoses:

Adorei sua visitinha.
E que seja sempre transformadora!
É nisto que a vida é enriquecida, da inovação cotidiana...

===

RO Fers:

Envelhecer é só um processo, e dos bons... não vês?

Até a palavra da gente se agiganta quando a saboreamos pelo significado acumulado até aqui.

Tenho visto isto numa perspectiva de cabelos grisalhos e de olhar menino sobre a vida...

Abraços em pura sintonia com as etapas do crescer, o ser-se de todos os dias...

===

HSLO disse...

Oi sumido, como vai? Bateu uma saudade de você.

Passei pra te desejar um Feliz Natal e um brilhante 2011.

abraços
de luz e paz


Hugo

Related Posts with Thumbnails