quinta-feira, 20 de agosto de 2009

A quem pertence a Terra


Conversando com um amigo, ontem à noite, pertinho do Arpoador, ganhei de presente uma revista publicada em dois idiomas (português e inglês) intitulada Onda Carioca. Muito bem apresentada, fotografias extraordinárias das belezas desta cidade e um texto preciso e com um bom argumento, costurando fatos da cidade e do país. Lendo-a no caminho de volta, em meio ao gostinho de sal que sobe quando as ondas rasgam as pedras, deu pra perceber que há coisas interessantes. De relance, meus olhos bateram num artigo de duas páginas escrito por uma pessoa a quem admiro: Leonardo Boff. São muitos os motivos para admirá-lo. Falo sob o prisma do ser humano engajado que é tanto na gestação de ideias a partir do pensamento filosófico quanto na desconstrução de um "status quo" (o empedramento da religião). A teologia, no caso dele (como no do filósofo e teólogo Rubem Alves), lhe tem sido alicerce para uma sensibilidade ímpar para com os problemas de nosso lar, o planeta Terra.

Como ontem falava sobre a saída da extraordinária senadora Marina Silva (e a possível filiação ao PV), pessoa encantadora pela “sabedoria simples dos caboclos do acre”, como ela mesma disse na ocasião em que a conheci no ano passado num seminário da OAB/RJ, achei oportuno o link com o tema do papo e o artigo do mestre Boff. Pois, ele nos diz:

“A quem pertence a Terra? Ela, na verdade, pertence aos que detêm o poder, aos que controlam os mercados, aos que vendem e compram seu chão, seus bens e serviços, água, genes, sementes, órgãos humanos, pessoas feitas também mercadorias. Estes pretendem ser os donos da Terra e dispõem dela como bem entendem. Mas são donos ridículos, pois esquecem que não são donos deles mesmos, nem de sua origem nem de sua morte.

A quem pertence a Terra? Fico com a resposta mais sensata e satisfatória das religiões, bem representadas pela judaico-cristã. Nesta, Deus diz: “Minha é a Terra e tudo o que ela contém e vocês são meus hóspedes e inquilinos”. (Lv 25,23). Só Deus é senhor da Terra e não passou a escritura de posse a ninguém. Nós somos hóspedes temporários e simples cuidadores com a missão de torna-la o que um dia foi: o Jardim do Éden.” (Leonardo Boff, extraído de “A quem pertence a Terra”, edição 25, agosto de 2009, da revista “Onda Carioca, pág. 13)


Nota: a imagem acima faz parte da campanha mundial da ONG WWF pela preservação das florestas.


8 comentários:

HSLO disse...

A terra pertence a quem tem poder.
Belíssimo texto viu amigo. Eu também adimiro Leonardo Boff e Rubem Alves mais ainda.


Abraços


Hugo

Tata disse...

Oi,

Estava passando e resolvi entrar...
E que bom que entrei !!
Um blog com sustância e inteligência!
O que é coisa rara, infelizmente.

Quanto ao post, concordo com a definição que vc usou:
" Minha Terra é tudo o que nela contêm e vcs são meus hospedes e inquilinos".

Perfeita definição.

Voltarei mais vezes aqui.
bjinhos

Mãezinha, Anna Maria disse...

Saudades!... faz dias que venho aqui para ler novidades e não encontrava.
Ganhaste uma revista interessante e ainda publicada em inglês e português. Fico daqui, distante... imaginando o seu rosto ao admirar a beleza de sua terra natal.
Mais prá frente encontras um texto do nosso muito admirado Leonardo Boff.
Porque disse nosso? Porque sempre, paizão e eu, gostávamos de ler Leonardo.
Rubem Alves... tenho vários livros dele e sempre o admirei também.
Realmente, temos algo em comum...

Breve você vai receber outra revista, só que não tem as belezas de sua terra, mas tem outras belezas que saberá admirar também, tenho certeza.

Voltarei em breve... me espere, ok?
Um beijo.
Mãezinha

Palavras em Coisas disse...

Adorei a foto... é dificil não encontrar a segunda parte da sua vida
Belo post.

abs

Franklin Catan disse...

Cara mais uma vez minha admiração pelas palavras bem colocada por você, no qual, busca uma realidade positiva, mesmo com tantos problemas acontecendo em nosso país.
Realmente o Mundo é só de Deus e aqueles que pensam que são o dono dele, a mascara sempre vai cair..
Um grande abraços mais uma vez..
!

Luis Fabiano disse...

Oi Rick, já estava lhe devendo esta visita, há tempos... Bem, "Morte em Veneza" é um dos filmes "cult" que mais indico, porque mostra essa questão da dependência da beleza de forma poética, tocante mesmo. Sobre o seu texto: também admiro o Leonardo Boff e o Rubem Alves, acho que o L.B. tem razão, sim, mas a sua afirmação de que a terra pertence a quem tem poder é um reflexo desse desencantamento que temos vivido, daí já linko com a saída da querida Marina Silva do PT. Um dia, vc me mostra essa "Onda Carioca", adoro revistas. Amigo, abração e muitas saudades. Espero que esteja tudo bem por aí.

Evarist disse...

Oi rapaz!

Desculpe o sumiço! Viajando não deu para vir aqui antes.

Acho que a terra ao mesmo tempo não pertence a ninguém e pertence a todos nós. Ninguém tem o direito de apropriar-se dela, pois temos apenas uma concessão de uso. Infelizmente, nem sempre esse uso é o de forma mais correta, e não vejo um bom futuro para ela...

Quanto à posse pelo poder, sem comentários...

Um abraço e obrigado pela abertura das "varandas" e da casa inteira.

Uma boa semana!

Cristiano disse...

Blog cativante, universo criativo! Parabéns, caro! Voltarei sempre!

www.apimentario.blogspot.com

www.bonequinhodeluxo.com

Related Posts with Thumbnails